1 de fev de 2012

Livro: Flores Mortas no Jardim

Titulo original: Flores Mortas no Jardim
Lançamento: 2010
Editora: http://www.clubedeautores.com.br/book/50095--Flores_Mortas_no_Jardim
Autor: Adrian Mcoy
Os poemas de um louco romântico insano
Para reanimar o sorriso jaz adormecido
E num ato atrevido... Fazer-te suspirar!
Fazer-te sorrir emocionado
E de tão maravilhado
Fazer-te chorar!
Eu irei te emocionar
Vou tocar no fundo do coração
E ao tocar as profundezas de vossa razão
Já saiba que estes versos irão lhe conquistar!
Basta navegar no mar da essência de uma paixão
Sendo, pois, assim; eis que agora eu lhe pergunto então:
Vamos começar?

Primeiro eu quero falar que sou fã de poemas e esse livro é a prova de que eu não sou fã atoa, é exatamente o porquê que eu gosto tanto de poemas.
Rimas muito bem estruturadas, ritmo não falta em nenhum dos poemas e a escrita é super bem usada.
São cem poemas selecionados e eu me apaixonei mor mais da metade dos poemas...
Meu preferido é "Ser ou não ser?", mas tem muitos outros que me encantou bastante como o "Estrelinhas" e "Um grito para a vida".
São poemas variados com assuntos diferentes cada um, que vai desde apaixonar-se até a fé, percorrendo todos os gêneros possíveis.
Vou compartilhar com vocês partes de alguns poemas para vocês entenderem o que eu estou dizendo.

Estrelinhas
Maravilhoso e incrível
Indescritível é o meu amor.
Paixão que sufoca e me enlouquece
Minha razão carece... De caminhar com esta dor.


Tudo em minha vida
Que em Teu fluir Tu me conduzas! Na entrada e na saída
Que eu viva na certeza... De que es tudo em minha vida.


Paixão de Miréla
Apoderou-se de minha razão, invadiu minha fantasia!
Seqüestrou meu coração, devolveu-me a alegria
A magia que conheço provém da escuridão
Mas quão doce é o teu encanto Meu homem... Meu ladrão!


Ser ou não ser?
Sorria meu doce Meu favo de mel!
Teu sorriso brilha em mim Como as estrelas brilham no céu!
O véu da ignorância cobriu o meu rosto
Nada eu ouvi! Nada eu escutei
Mas de uma coisa ainda sei E sempre eu saberei!
Eis a eterna certeza:
Um dia eu te amei!


Espero que com esses fragmentos vocês entendam porque eu gosto tanto de poesia, e porque eu me apaixonei por esse livro!
Recomendadíssimo pelo Luz, câmera, ação e... CORTA! venha se apaixonar também!

5 comentários:

  1. Os trechos me chamaram muita atenção. Já fazia um pouco de tempo que não leio poemas tanta vontade. Mas de uns tempos para cá tenho conhecidos algumas novidades que vem me emocionando muito. Não tem como não adorar a dica.

    Bjoos

    ResponderExcluir
  2. Acho que eu nunca realmente peguei um livro de poemas para ler... O que acabei de ver que é um absurdo.
    Todos os poemas que você postou realmente são lindos, e com certeza valem a pena ser lidos.

    Também gostei mais do "Ser ou não ser".

    nasproximaspaginas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Eu não curto muito poemas não. Acho que é trauma das aulas de português onde eu tinha que fazer rimas, e eu sou péssima em rimas. Acho que precisa de muita inspiração pra escrever poemas bons.

    ResponderExcluir
  4. Ahhhh, quero muito mesmo esse livro!! Como sabe Déh amo poemas, é um dos meus vícios já que escrevo também.. O Adrian escreve muito bem (mesmo conhecendo pouco o trabalho dele) já virei fã pelos poucos que leu pra mim por telefone!! Amo que amo, de verdade.. rsrs'

    Andreza Silva
    http://vivendoeescrevendosempre.blogspot.com/
    Beijos!

    ResponderExcluir